Minha árvore e os milagres da primavera suíça

Terminei meu estágio e fui para Lausanne. Morei em algumas quitinetes, aqui chamadas de studio, até me reorganizar profissionalmente. Foi uma época de desapego total. Vivia com duas malas, minha scooter, e só!

Quando finalmente me recoloquei profissionalmente, com um visto de trabalho válido, fechei meu apartamento em São Paulo e mudei definitivamente para cá.

Aluguei um apartamento em Lausanne semi-mobiliado, conveniente para ter tempo de esperar a minha mudança chegar. Depois, com a chegada dos poucos móveis e objetos, devolvi para a proprietária o que não mais me interessava. Meu apartamento começou então a ficar com cara de lar, não mais de acampamento.

Ele ficava em cima de um dos melhores restaurantes de Lausanne. Três quarteirões do lago e alguns quarteirões do centro. Perto da estação de trem. Super bem localizado! Tinha duas varandas grandes, uma onde fiz festas e mais festas, e outra onde pintava móveis e colocava o varal para secar roupas. Tinha também uma janela na cozinha que dava para a laje em cima do terraço do restaurante.

Cheguei lá em Fevereiro, frio por aqui. Um ano de inverno rigoroso.

Quando cheguei nem reparei que existia uma árvore no terraço do restaurante. Eram só galhos que eventualmente ficavam cobertos por neve. Nada de cor.

E ai chegou a primavera. Milagre é a palavra que uso para descrever a primavera. Me fascina a transformação e a maneira que a natureza supera os estragos do inverno.

E a árvore apareceu para mim.

Todos os dias antes de sair para trabalhar tomava minha xícara de café olhando pela janela aquela árvore. Todos os dias observava mudanças na árvore. Impressionante como é rápido.

Tenho um grupo no whatsapp com minhas irmãs e alguns primos. Foi a maneira que encontramos para estarmos diariamente em contato e dividirmos besteiras cotidianas. Quando o grupo fica quieto fico sozinha. Acostumei com eles por perto!

Fascinada, comecei a tirar fotografias da árvore em transformação.

E como sempre dividimos o que é importante para nós, dividia com eles, por whatsapp, as fotos do que via. Mas as fotos separadas pelo tempo não mostravam o milagre completo!

Fiz então um filminho, bem meia boca, e mandei para eles.

Peço desculpas antecipadamente pelo amadorismo. Aconselho os perfeccionistas a não abrirem o link abaixo. Aos curiosos, apresento com saudades minha árvore e os milagres da primavera suíça!

Mais sobre este assunto? Clique aqui:

O clima e as quatro estações na Suíça

Neve no verão

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now