O Natal em St-Prex

Já contei aqui como funciona a Fênetres de l'Avent, Janelas do Advento. É uma das coisas bacanas que inventaram por aqui. Escrevi também um parágrafo no Brasileiras pelo Mundo em um blog sobre Natais pelo mundo:

"Em Saint Prex, uma pequena cidade da Suíça francesa, os 24 dias de dezembro que antecipam o Natal viram uma festa com a “Fenêtres de l’Avent”, ou Janela do Advento. Funciona assim: a cada dia escolhido, uma das 24 casas revela e ilumina suas janelas decoradas. Naquela noite os donos da casa deixam a porta aberta e os vizinhos são bem-vindos para um aperitivo, jantar, fondue, o que for oferecido. É uma festa deliciosa no bairro, oportunidade única para conhecer os vizinhos e aquecer as noites frias de dezembro. Eu adoro!"

O mês inteiro de dezembro é um tal de sair e visitar a casa do vizinho. Realmente anima o inverno daqui. E cada casa tem uma maneira diferente de receber os convidados. Uma das casas faz tradicionalmente o aperó no jardim, independentemente do frio. Tem um casal que serve uma raclette deliciosa, são disputadíssimos. E tem também uma suíça engraçadíssima que recebe na sua garagem.

Infelizmente Eu e Meu Suíço perdemos algumas casas este ano... em Dezembro fomos para a Suíça alemã e para Barcelona e eu, para piorar, peguei uma gripe de matar. Mesmo com algumas ausências, fomos prestigiar os nossos vizinhos e nos divertimos demais!

Este ano tivemos boas surpresas por aqui. Um casal Alemão e Inglês nos recebeu com fondue de chocolate, espetacular. Outra casa nos apresentou um vinho daqui da cidade que não conhecíamos. E conhecemos um casal super simpático de Barcelona, que nos recebeu com paella e tapas. Uma delícia!

Nossa casa recebeu dia 20, um domingo, última janela do ano. Achei meio ruim a data mas era o que deu para fazer no meio das viagens já planejadas.

Meu Suíço logo de cara me desafiou: “difícil fazer o 2 na janela”. Fiquei intrigada uns dias pensando em como seria a nossa decoração até que tive a grande ideia “vamos de algarismos romanos!”. Nos livramos do 2 e foi divertido perceber que nem todo mundo entendeu...

Como as férias de Natal começaram no dia 18, apostamos que a nossa recepção seria bem fraca pois o pessoal já teria viajado. Minha gripe não me animou a gastar dias na cozinha, como adoro fazer. Pensei em servir sopa de abóbora – ainda do nosso jardim – queijos e vinhos. Exagerar nos queijos não é um problema, podem sempre ser congelados.

Em uma das janelas a filha de um casal austríaco comentou que ela não perderia minha recepção de jeito nenhum. Disse que era a mais caprichada e gostosa. Sorri com todos os meus dentes. Quem não gosta de um elogio?

Então, já que construi uma reputação, ataquei de sobremesa. Fiz quatro diferentes, todas deliciosas. Sempre aproveito para testar novas receitas quando tenho convidados.

Nossa Fenêtre foi uma festa super gostosa. Os vizinhos apareceram devagar e tivemos mais de 30 pessoas por aqui. O casal espanhol até deixou os três garotos aqui e foram para casa arrumar malas pois as crianças se recusaram a ir embora. Terminou tarde, apesar de ser domingo. A sopa acabou toda e os queijos que sobraram já estão no freezer. Não contei o número de garrafas de vinho para não me sentir culpada mas no final da festa rolou até DVD do Elvis.

Minha primeira fenêtre foi em 2013, quando mudei para cá e resolvi que queria conhecer os vizinhos. Lembro que no início fiquei um pouco por fora, tanto pelo nível do meu francês quanto pelas pessoas que eu desconhecia. Mas não me abalei. Insisti e fui atrás. Devagar fui conquistando e sendo conquistada. Este ano me senti integrada e querida. Alguns dos vizinhos viraram até amigos. No sábado fomos convidados para o aniversário de um deles a noite e de tarde, fomos degustar vinhos com um casal de franceses.

Missão cumprida. Muito bem cumprida!

Fui dormir feliz.

Mais sobre Natal?

Natal na Suíça, Festa do Advento

Nosso Natal - Suíça no Brasil