Tentada pelo chocolate Suíço

Morar na terra do chocolate tem suas vantagens e suas desvantagens, como tudo na vida!

Eu desde que vim para cá me recuso a comprar chocolates para ter em casa. Aprendi que se tenho chocolates, como. Se não tenho, não como. Mais fácil não ter. Prefiro economizar estas calorias e investi-las em outros prazeres.

Mas por mais disciplina que se tenha, o chocolate faz parte da cultura do Suíço e a tentação é realmente constante e grande.

Uma simples ida ao supermercado pode te estrepar. Eu evito aquele corredor. Sou vacinada e lá não entro, a não ser em casos de emergência extrema. Também não vou ao supermercado com fome. Lei básica de qualquer regime já encorporada aos meus 10 mandamentos.

Mas só fugir dos supermercados não resolve.... aqui tudo é comemorado com chocolates. Eles correm atrás de você.

Torre de Mont Pèlerin, por myswitzerland.com

Um amigo engenheiro foi responsável durante anos por uma famosa e turística antena de comunicação da Swisscom, a Antenne de Mont Pèlerin, a mais alta da Suíça e que oferece uma vista única do lago e da parte francesa. Enfim, depois de 15 anos de trabalho leal, ele pediu demissão. Na despedida, recebeu dos amigos uma réplica da torre, toda feita em chocolate. Encomendaram de um famoso artesão de chocolates de Berna. Mas quem dançou fui eu, que fui convidada para atacar a tal torre e encarar as milhares calorias da deliciosa construção! Quem resiste? Eu que não...

Não me lembro bem quando mas comecei a colocar as tentações em um armário que temos perto da porta da entrada de casa. Não deveria ser um lugar para guardar chocolates mas assim foi e virou o "armário dos escondidos". Eu achava que estava indo bem na minha missão de esconder tentações até o dia que encontro Meu Suíço no caminho. Eu caminhando para uma caixa de bombons de avelã recebido de um amigo querido e ele fechando a porta do tal armário. Com os olhinhos brilhando de alegria e culpa, ele solta: “Deixei o último para você”. Ingênua, achava que o pecado era só meu...

Receber caixas de bombons é tradição em aniversários, jantares ou festas, tanto aqui quanto no resto do mundo. A diferença é que o chocolate daqui é realmente tentador pois é diferente de todos os outros. Dizem que o chocolate consumido na Suíça não é o mesmo que é exportado daqui. Os Suíços desenvolveram um paladar e uma exigência ímpar para chocolates. Espertos, consomem os melhores...

Encontrei recentemente no armário dos escondidos uma caixa de Läderach. Quem consegue pensar em outra coisa depois de descobrir que ele esta lá, morando a cinco segundos de você, totalmente disponível? Pois é... faltam só dois para meu sossego começar.

Então você convida amigos para jantar na sua casa e recebe, como eu recebi sábado passado, um pacote maravilhosamente sortido de barras artesanais da Blondel, melhor chocolateria de Lausanne. Fui fisgada.... e é claro que escondi no armário do pecado. Confesso que desde que sei que eles estão lá, não consigo pensar em outra coisa. Usei então um golpe meio baixo, lembrando Meu Suíço que os chocolates recebidos eram enlouquecedores.

Começo a notar a diminuição estratégica do pacote. Quem ama divide. O prazer e a culpa.