Compras na Suíça, Lápis Caran D'Ache!


Quando meus pais chegavam de viagem o momento esperado era o de abrir as malas. Lembro que abríamos juntos, os seis, e víamos sair no meio de roupas sujas presentes super aguardados por nós quatro.

Naquele tempo não tínhamos acesso a produtos importados como hoje. Tudo era novidade, cada coisinha trazia uma estória que nos fazia viajar para bem longe com eles. Papai explicava onde e porque comprou. E fazia um marketing do produto como ninguém. Era um evento que só perdia em emoção para a primeira volta em um carro novo!

E eles compravam quatro de tudo. Quatro suéteres, um de cada cor. Imagine o risco de decidir a cor que combina com qual filha. Sempre acabava em ciumeira! Previsível!

Em uma destas viagens, ganhei uma relíquia que hoje, 30 e tantos anos depois, ainda lembro bem. Uma caixa, que na verdade era uma lata, de lápis para colorir. Tinham 18 cores. A lata era azul turquesa e quando aberta exalava um cheirinho de lápis Caran D’Ache que quem teve sabe do que eu estou falando.

Papai e Mamãe demonstraram a novidade: quando molhados os lápis viravam uma aquarela pastosa. E entregaram então para cada filha uma lata.

Economizei meus lápis como louca, mesmo porque uma das minhas irmãs era a rainha da economia e me ameaçava: “Tá gastando... vai acabar”. Tinha medo de apontá-los porque diminuiriam de tamanho. Mas mesmo assim usava, com respeito e com orgulho. Guardei minha lata turquesa até poucos anos, quando em um acesso de amor profundo passei para um sobrinho... sei lá se ele entendeu o significado do meu desprendimento!

Morando na Suíça sou sempre questionada sobre o que comprar para levar para o Brasil. Chocolates, Canivetes, Relógios. Hoje em dia tem tudo em todos os lugares...

Mas finalmente esbarrei neste endereço em Genebra: Place du Bourg-de-Four 8. Uma loja só da Caran D’Ache!!!

Entrei curiosa. Conheço uma papelaria muito boa em Lausanne que tem um canto dedicado a produtos para profissionais e é lá que sempre ia quando precisava de algo deles. Mas uma loja só Cran D’Ache? Que delícia!

Lá entrei e me deliciei com o cheirinho, aquele que sentia quando abria a lata turquesa.

E as cores? Os tons? Todas as possíveis versões do lápis grafite, aquele mesmo que a gente usa também nas sobrancelhas. Tem! Tem tudo! A Nina vai pirar, pensava!

E essa moda de pintar, que virou febre ano passado? Lá também tem. Livros para colorir com desenhos dos Alpes. Presente chique, um convite para uma viagem.

Nas prateleiras da pequena loja, um desfile de cores e de charme. Caixas maravilhosas completas e caríssimas. Embalagens coloridas, cuidadas, pensadas. Cores modernas colorindo objetos clássicos. Um espetáculo visual e olfativo!

Foi como entrar na Tiffany das papelarias. Uma experiência!

Enfim, saí da loja transbordando de lembranças. Feliz por sentir aquele cheirinho de novo. Também feliz por ter boas lembranças de uma época distante.

É possível encontrar as versões simples e mais baratas dos lápis Caran D’Ache nos supermercados suíços mas uma visita esta loja é realmente imperdível.