Bem vindos ao Brasil, digo Brésil!

Em 2015 Lausanne festejou 100 anos como sede do COI, Comité Olímpico Internacional, e é também nesta charmosa cidade franco-suiça que maioria das Federações Internacionais de Esporte mantém suas matrizes. Não é a toa que Lausanne é conhecida como a Capital Olímpica. Respira-se Olimpíadas e esportes em todos os cantos por aqui!

Foto: Le matin

Em 2013, em Ouchy, o bairro que é o coração de Lausanne, foi inaugurado pelo então presidente do Comité Olímpico Internacional, Sr. Jacques Rogge, um relógio em contagem regressiva para a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio. Os dígitos estão diminuindo! Finalmente chegou 2016!

2016 é ano de Olimpíadas e, no país sede da Capital Olímpica, as comemorações não param de pipocar.

Fui ao supermercado outro dia e me surpreendi com tudo abrasileirado por lá... A promoção oferecia viagens ao Brasil e um carro, obviamente verde e amarelo, aos ganhadores! Nada mal!

De 10 de Fevereiro a 25 de Setembro o Museu Olímpico de Lausanne celebra o RIO 2016. Prometem um programa cultural com exposições, eventos e músicas e promovem a diversidade, a exuberância e a energia da cultura brasileira. O programa começará junto com o Carnaval, e terminará com o Fechamento dos Jogos, ambos no Rio. É a Suíça de olho no Brasil!

Rio 2016 trará artistas e profissionais Brasileiros que nunca estiveram na Europa e fará lançamentos de filmes e exposições jamais mostradas por aqui. É hora de encher a Suíça de verde e amarelo!

E como tudo que é bom tem que começar, hoje recebi a programação do Carnaval no Museu Olímpico. No dia 13 e 14 de fevereiro, o Museu Olímpico vai tropicalizar: projeção dos filmes Maria Bethânia e O Samba, além de brunch no café Tom, ritmados com MPB.

Foto: Cap sur Rio, COI

Mas a vedete mesmo será a Mangueira, chegando com 18 membros pela primeira vez por aqui. Imagine descer Mestre Sala, Porta Bandeira, Passistas e oito músicos no Museu Olímpico em pleno inverno. Vai ser festa garantida.

O que mais gostei do programa é que não será somente samba e rebolação. A jornalista Denise Barra apresentará o funcionamento de uma escola bem como seu engajamento social e sua importância para as comunidades cariocas. Isso é muito bom, é importante mostrar que Carnaval é bem mais que pouca roupa!

Claro que depois da teoria virá a prática e aí a diversão será garantida... os Suíços vão poder fazer percussão e tentar dançar o samba. Pelo o que eu conheço do gingado suíço, vai valer o show, garanto!