Como é o Franco Suíço?

Com cores marcantes e modernas, tamanho proporcional ao valor, e uma estabilidade invejável, o Franco Suíço impressiona.

Quando recebi as primeiras notas de Franco Suíço, me espantei com o tamanho dos bilhetes. Depois convertendo, me impressionei mesmo foi com o valor das notas.

Hoje o Franco Suíço é a minha moeda. Parece esnobe mas tenho confundido mais as notas de Reais que as de Franco. Os Francos a gente identifica de longe!

O Franco Suíço é utilizado na Suíça, a partir de 1850, e no Lichtenstein, desde 1919. Foi lançado pelos cantões suíços em uma iniciativa para ter uma única moeda e tirar as outras 860 moedas oficiais de circulação! É, não errei no teclado não, antes existiam 860 moedas oficiais mesmo!

Inicialmente lançado com o valor equivalente ao Franco Francês, o Franco Suíço foi ligado de 1870 a 1914 a esta moeda e a Lira Italiana. Podiam ser utilizados os três nos três países. Será que já era uma inspiração para o futuro Euro?

Moeda estável e altamente confiável, junto com o Dólar Americano e o Euro, o Franco Suíço é usado para investimentos de médio e longo prazo. Prova disso é que ainda existe em circulação moedas de 10 centavos datadas de 1879. Elas ainda são feitas do mesmo níquel e cobre. Adoro viver em um país estável e sem inflação.

O que achei curioso de cara é que a menor nota é a de 10 Francos. Se escreve 10 CHF, ou 10 chifts, como minha irmã fala, só para me provocar! 10 Francos em tempos de Dilma significam R$ 40,00. Uma nota preta para ser a nota mais baixa!

A maior nota em circulação é a de CHF 1000, ou R$ 4000. Uma das maiores notas monetárias em circulação no mundo. Uma grana para ter na carteira!

Há cinco anos atrás um garoto de 10 anos encontrou uma nota de CHF 1000 na rua em Zurique. Entregou para a polícia. Final do ano passado a nota foi devolvida ao moleque, já com 15 anos. A lei Suíça diz que se você encontrar algo que não foi reclamado, depois de 5 anos este objeto é seu! Menino honesto e sortudo!

E aqui ninguém se assusta quando você tira uma nota de CHF 200 para comprar um pão de CHF 3.- . Estão acostumados com as notas altas pois não usam cheque, só cartão de crédito e dinheiro por aqui.

As moedas valem bastante portanto, para quem vem para a Suíça é melhor ter uma moedeira organizada. A curiosidade é que não existe 1 centavo... os centavos existe a partir de 5, e é a única moeda de cor dourada, as outras são todas prateadas.

Por curiosidade, abri minha moedeira e contei quanto tinha guardado: CHF 25.60 ou R$ 102,40. Entendeu como as moeda valem?

Comecei a guardar moedas datadas do ano que nasci e surpresa, não demorei quase nada para encontrar uma de cada tipo!

Existem moedas dos seguintes valores: 5, 10, 20, 50 centavos. 1, 2 e 5 Francos Suíços.

Nas notas de Franco Suíço são encontrados retratos de diversas personalidades suíços, com exemplo de suas obras no verso.

CHF 10 –amarela, estampa o arquiteto Le Corbusier (1887 – 1965)

CHF 20 –rosa , mostra o compositor Arthur Honegger (1892 -1955)

CHF 50 –verde, estampa a artista plástica Sophie Taeuber-Arp (1889 – 1943) - sim, uma mulher!!!

CHF 100 –azul, com o super escultor Alberto Giacometti (1889 – 1943) - minha preferida. No lado da obra esculturas desbundantes!

CHF 200 –marrom, ve-se o escritor Charles Ferdinand Ramuz (1878 – 1947)

CHF 1000 – lilás, traz o historiador de arte Jacob Burckhardt (1818 – 1897) – essa, por razões óbvias, não tinha para fotografar :-)

Concordo, a Suíça é cara, mas garanto, vale cada centavo!