Generosidade Suíça

Fiquei muito intrigada com o financiamento do Carnaval de Chur pois não somente as fantasias e os carros alegóricos eram super bem elaborados, mas as pessoas que desfilavam interagiam com o público entregando presentes.

Um homem, meio abre alas de um bloco, trazia flores amarelas. E com um charme meio tímido, ia presenteando algumas pessoas que assistiam ao desfile com ramos daquelas flores. Charmoso não?

As crianças enlouqueciam com as balas e chocolates que eram jogados dos carros ou simplesmente entregues nas mãos dos pequenos pedintes.

Eu acenei e um moço jogou nas minhas mãos um daqueles bolos cobertos com chocolate. Nem deu tempo de fotografar, devorei na hora!

E tinha até um carro distribuindo polentas. Sim, polentas feitas na hora, por integrantes do bloco onde todos estavam fantasiados de cozinheiros. Nem sei como dobraram a saúde pública daqui!

Cervejas e outros drinks eram entregues em mãos, não jogadas, acho que para não irem para mãos erradas e evitarem vazamentos. A criançada recebia soda. Uma folia.

Levantei os braços pedindo uma cerveja para Meu Suíço e fui atendida com um licor de ervas tipico daqui. Achei bonitinho o vidro miniatura.

Alguns pequenos presentinhos eram distribuidos também para as crianças mas não consegui saber exatamente o que eram.

E a folia grande acontecia quando as pessoas passavam perto do público e ao invés de oferecer algo, surpreendiam jogando rios de confete na criançada. Era delírio total!

No final do dia, já atendendo a peregrinação dos bares de Chur, não me aguentei de curiosidade e puxei papo com uma Suíça. Perguntei como funcionava a questão financeira do Carnaval. Ela então explicou que a renda dos broches que são vendidos para o público vai somente para a limpeza, folhetos com a programação e organização e logística. Cabe a cada bloco financiar suas próprias fantasias, instrumentos musicais e até o que oferecem para o público.

Esta mulher, que desfilava em um dos blocos que criticava o Blatter, pagou sua fantasia, maquiagem e dividiu os custos da elaboração do carro alegórico. Faz este investimento pela diversão, como em todos os anos faz. Adora. Tirou até férias durante uma semana para poder curtir a animação do Carnaval.

E com um sorriso grande, ela descobriu que no domingo era meu aniversário. A meia noite de sábado, no meio do bar lotado, puxou um Happy birthday misturado com Alles Gute zum Geburtstag. Me deu um abraço apertado, como se fosse minha melhor amiga, e desejou uma super ano feliz.

Eu sempre soube que o Suíço é muito generoso mas sinceramente, cada dia me surpreendo mais!

Mais sobre o Carnaval Suíço?

Carnaval na Suíça

As crianças no Carnaval Suíço

Política e criticas no Carnaval Suíço