Esculturas e Jardins do Château de Villierens


Todos os anos, na mesma época, os Jardins do Castelo de Villierens se reinventam graças à chegada da primavera.

As esculturas sempre estão lá, naquele lugar maravilhosamente privilegiado, onde é possível se deslumbrar com as montanhas ainda nevadas, colinas verdes, florestas encantadas e as construções de tirar o fôlego. Em dia de céu azul e visibilidade total, a visita é covardia!

Avistar o Mont Blanc entre campos de canola e esculturas contemporâneas realmente é mais que uma visão. É delírio total.

Este ano, na sua 61ª edição, os 4 hectares da propriedade abrigarão 50 000 flores de 400 variedades de iris diferentes. E não é só isso não. Inúmeros eventos culturais estão planejados para este lugar mágico e especial.

Três novas esculturas foram somadas ao acervo.

Leituras, fotografias, culinária e desenhos feitos pelos visitantes são algumas das atividades culturais previstas.

Eu fui no feriado de Ascensão e posso garantir que a visita vale cada minuto.

É um paraíso onde a beleza natural desta propriedade incrível casa brilhantemente com a arte, as cores, as formas e as construções. Harmonia é a palavra que melhor descreve esta visita.

O lugar pode ser alugado para festas. Imagino uma recepção por lá... fantástico!

E tem programa para todas as idades e gostos.

Algumas crianças desenhavam as obras de arte espalhadas pelos jardins para participarem do concurso ao mesmo tempo que outras interagiam com as esculturas imensas e imponentes.

Intelectuais se deliciavam com as formas e movimentos.

Alguns visitantes desfrutavam somente da paz daquele lugar. A gente fica em paz por lá.

Aprendi que estar rodeada por coisas bonitas inspira e acalma a alma. É resultado imediato!

E tinha também uma floresta encantada, onde os mais místicos procuravam tesouros e Elfos. Eu, que não tenho nada de mística, passeando por lá fiquei intrigada com um barulho metálico oco e repetitivo que soava o tempo inteiro. Saindo de lá percebi que estávamos atrás de um pasto onde as vacas suíças pastavam tranquilamente e no movimento, tocavam os sinos do pescoço. Até isso.

Tinha também um jardim sensorial, com muitas flores e cheiros.

As flores não estavam ainda no seu total potencial devido ao atraso da primavera mas imagino que daqui a duas semanas este jardim vai tirar ainda mais o folego dos visitantes, se é que dá!

Saindo a gente encontra uma destas lojinhas gostosas, onde pode-se também comprar mudas para o jardim e visitar exposições de artes, que acontecem embaixo de um daqueles telhados autenticos de castelos lindos.

E quer mais? Na saída tem um café para sentar, acalmar e admirar tudo o que se viveu...

Aberto até dia 12 de Junho. Recomendo!

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now