Pneus de inverno


Um dia, sentada na minha sala, recebi o telefonema do responsável das frotas da companhia que trabalhava, perguntando quando eu poderia deixar o carro para a troca de pneus. Sinceramente, nunca soube que nos países de inverno rigoroso a gente tem que trocar pneus nas estações.

Depois desta, aprendi que para temperaturas inferiores a 7ºC, recomenda-se a troca para pneus de inverno uma vez que a borracha perde a elasticidade em baixas temperaturas e consequentemente o desempenho dos pneus de verão diminui no frio.

O que muda enre pneu de verão e de inverno é basicamente as ranhuras, mais profundas e mais numerosas, para conferir maior aderência na neve e na chuva. A travagem e o controle do carro é bem melhor com pneus adequados. Uma questão de segurança.

Os pneus de inverno podem ser usados no verão mas vão se desgastar mais, e a toa. A aderência será também prejudicada mas menos que se usar o de verão no inverno. Os pneus de inverno geralmente são mais caros que os de verão.

Desenvolveram também um pneu que é para todas as estações, uma opção menos performante que os pneus específicos, porém conveniente para motoristas relapsos ou aqueles motoristas “de cidades”. Este híbrido não tem a melhor performance do mundo em nenhuma das estações mas não deixam de ser uma boa opção para locais com climas incertos.

A questão é a logística necessária para a troca. Os pneus não usados ficam nas garagens dos proprietários ou nas concessionárias, que cobram um aluguel anual, além de um valor para executar a troca.

Alguns desavisados compram carros aqui na Suíça e esquecem de negociar o jogo de pneus complementar. Acabam levando um prejuízo considerável e totalmente evitável.

A maioria das concessionárias já vendem o carro com 8 pneus mais o estepe. Se estiver negociando um carro novo, não custa perguntar e assegurar, para evitar surpresas.

Existem cláusulas nos seguros que, se acidentes ocorrerem com os pneus inadequados, o segurado dança, ou seja, foi negligente e deve arcar com o prejuízo. A brincadeira pode ficar cara, sem falar do risco de segurança.

Sorte minha que minha primeira experiência com carro na Suíça foi com carro de empresa se não, estaria rodando com pneus de verão até hoje.